A Alta Genetics bate, novamente, o recorde nacional de comercialização de sêmen - 3 milhões de doses vendidas em 2011

A Alta Genetics bate novo recorde brasileiro com a venda de 3 milhões de doses de sêmen em 2011. Este é o segundo recorde, o primeiro foi conquistado em 2008 com 2 milhões de doses comercializadas em 12 meses. “Este volume foi conquistado graças a uma equipe de campo qualificada e a uma completa bateria de touros aliados aos programas, que tem como objetivo entregar os melhores resultados aos nossos clientes”, afirma Heverardo Rezende de Carvalho, diretor Geral da Alta no Brasil.

Alta

Clique e Assista: Vídeo de comemoração 3 milhões de doses

No segundo semestre deste ano, a Alta Genetics investiu mais de meio milhão de reais na compra de equipamentos para seu laboratório. “Compramos um sistema computadorizado de análise de espermatozóide, que nos oferece informação objetiva sobre as características do sêmen, com ênfase no tipo de movimentação dos espermas vivos, visualizadas através de colorações específicas e de suas qualidades. Desta forma, o sêmen fresco pode ser examinado e processado, possibilitando direcionar as decisões sobre o número de espermatozóides que serão colocados em cada palheta”, ressalta Carvalho.

Mercado de sêmen - O Brasil possui o maior rebanho comercial do mundo e menos de 10% de suas matrizes são inseminadas. Os maiores produtores de sêmen são os americanos e europeus, mas suas capacidades estão esgotadas devido à redução do número de matrizes. Já no Brasil, o cenário é outro. Há aumento de fêmeas e os programas de melhoramento genético são os melhores, avaliados mundialmente.

De acordo com a Asbia – Associação Brasileira de Inseminação Artificial – em 2010, foram comercializados 10,4 milhões de sêmen. Para 2011, a previsão da Asbia é fechar o ano com 17% de crescimento, chegando ao um montante de 170 milhões de reais de faturamento.

Na Alta Genetics a dose de sêmen custa em média R$ 18,00. Mas no banco de sêmen da Empresa existem doses que podem custar R$ 3.000,00 a unidade. Há touros na Central que produzem 40 mil doses de sêmen por ano, chegando a faturar 1 milhão de reais anuais. Atualmente, há um estoque de 2 milhões e 500 mil doses e diariamente são coletadas 20 mil.

Mas o segredo de desempenho também está no tratamento dos animais. Cada touro é acomodado num piquete de 1.200 m2, com cama coberta de areia, serragem e muita sombra. A pastagem é feita sobre grama estrela que oferece valor nutritivo correto e é resistente ao peso do animal.

As raças mais comercializadas na Alta são Nelore, Holandês, Angus e Gir Leiteiro. Mas no Brasil, as raças mais procuradas são Nelore, em primeiro lugar, seguida da Holandês “A produção da Nelore é toda brasileira, já a Holandesa é importada em quase sua totalidade”, explica Carvalho.

Alta Genetics no mercado externo - A Alta Genetics foi a primeira empresa brasileira a exportar, em 2008, embriões de Zebu para o Canadá. O Brasil é o maior e o melhor em genética zebuína. Em 2011, a Alta exportou mais de 46 mil doses das raças: Gir Leiteiro; Girolando e Nelore. Atualmente, a Alta exporta para os países: Panamá; Paraguai; Venezuela; Colombia; Argentina; Equador; Peru; Senegal; Angola; Sudão e Egito. Para 2012, a Alta prevê crescimento de 20% na exportação de sêmen e os mercados alvos são: Continente Africano; China; Índia, Nicarágua e Guatemala.

Um pouco mais sobre a Alta Genetics no Brasil e no Mundo – O Grupo Alta Genetics foi fundado em 1968 em Alberta, Calgary, no Canadá. No mundo, está presente em 100 países e suas centrais de coleta de sêmen estão localizadas no Canadá, Estados Unidos, Holanda, China, Argentina e Brasil.

No Brasil, a Alta Genetics – hoje considerada uma das maiores e mais importantes centrais de distribuição do mundo - foi fundada em maio de 1996, em Uberaba, Minas Gerais, sob o comando de Heverardo Rezende de Carvalho. Composta por mais de 120 colaboradores, a Alta do Brasil está localizada na BR 050 – km 164, em um terreno de 110 hectares onde há mais de 12.000 m2 de construção. Atualmente, abriga 235 touros, mas sua capacidade irá aumentar 20% em 2012. Para 2011, a Alta pretende atingir um faturamento de 60 milhões e para 2012, a perspectiva é crescer 17%, chegando à casa de 70 milhões.

Laboratório com tecnologia de ponta: Investimento de mais de meio milhão de reais num sistema computadorizado de análise espermatozóide, que oferece informação objetiva sobre as características do sêmen, com ênfase no tipo de movimentação dos espermas vivos, visualizadas através de colorações específicas e de suas qualidades. Desta forma, o sêmen fresco pode ser examinado e processado, possibilitando direcionar as decisões sobre o número de espermatozóides que serão colocados em cada palheta.

Outro sistema que faz parte do pacote de investimento foi o de impressão de palhetas e uma máquina de envasar, selar e identificar as palhetas (com capacidade máxima de 20 mil palhetas/hora), proporcionando mais segurança no processo de produção e aumento na produção diária.

Investimentos para 2012 – A Alta investe muito em capital humano. Para o ano de 2012, estão previstos mais de 1 milhão de reais em treinamento e capacitação de seus colaboradores.

Sustentabilidade - Em sua central foram plantadas mais de 1.000 mudas de árvores. Há duas estações de tratamento de esgoto e dejetos. Para o transporte de pessoas e realização de visita, a Alta utiliza carros elétricos. Mantém uma área de 78 hectares, destinada à preservação ambiental, localizada em Ibiturna (MG).

Programas da Alta e seu funcionamento

A Alta oferece diversos programas, como: avaliação de desempenho de seus reprodutores; acasalamento corretivo e apartação de grupos de animais.

- AltaAdvantage – É um programa de teste de progênie, onde é realizada a verificação de parentesco por DNA em todas as filhas de cada touro aprovado. Ele elimina a possibilidade de identificação e avaliação incorreta do animal, acarretando inúmeras vantagens como 100% de acurácia nas provas medidas; identificação do real valor genético do touro em menos tempo; entre outras.

- AltaMate – É um programa de acasalamento corretivo que avalia 17 características lineares e 15 gerações de parentesco, assegurando a consanguinidade mínima e maior nível de segurança na indicação do melhor touro para cada vaca avaliada.

- Concept Plus – É um programa exclusivo da Alta para identificar touros com as melhores taxas de concepção, através de informações de prenhes obtidas do programa da AltaAdvantage.

Informações para imprensa
Lucia Nunes – diretora e jornalista responsável
Danielly Garcia – jornalista
Monica Marques – auxiliar de comunicação
(11) 4332.4120 / 4332.3704 / 9968.4105
luciacomunicacao@uol.com.br