A gestão 4.0 para a pecuária já é uma realidade acessível

Mesmo com tantos avanços tecnológicos no setor do agronegócio, os processos de gestão das pecuárias de leite e corte ainda representam um gargalo para o crescimento, competitividade e lucratividade das propriedades rurais. Produtores, técnicos e funcionários das fazendas ainda perdem muito tempo para capturar, processar e analisar informações. Dados de manejo animal deixam de ser aproveitados por falta de integração entre mecanismos e softwares utilizados.

Essas são situações ainda comuns na pecuária, em especial nas propriedades rurais que investiram em softwares e ferramentas de gestão e que, agora, sofrem pela falta de integração entre esses dispositivos. Ou, ainda, em fazendas nas quais o gerenciamento do negócio e do rebanho ainda é quase todo manual ou faz uso de recursos básicos, como as planilhas Excel.

Em termos de gestão econômica e financeira da atividade e do rebanho, porém, hoje é possível investir em alta tecnologia integrada com baixo custo, para simplificar e informatizar rotinas e processos, otimizar o tempo e facilitar a tomada de decisão. São sistemas que geram um histórico de indicadores e parâmetros da propriedade e permitem a comparação de dados zootécnicos. O resultado é uma gestão mais estratégica da fazenda e, consequentemente, mais produtiva, tornando-a mais lucrativa.

Com esse foco, a Ideagri, há 11 anos especializada no desenvolvimento de soluções tecnológicas para a gestão do agronegócio, lança agora a versão multiplataformas de seu software Ideagri. Com versões específicas para as pecuárias de leite e corte, trata-se de um sistema que acelera a coleta, o processamento, a utilização e o fluxo das informações na fazenda, gerando, com rapidez, relatórios analíticos e operacionais confiáveis. Qualquer que seja o tamanho da propriedade, esses sistemas permitem
uma combinação de funcionalidades que se adequa ao perfil do usuário, com possibilidades de uso de diferentes interfaces para o melhor aproveitamento de cada ambiente: sem internet, no curral, no mobile (app) e no escritório.

“Cada fazenda é diferente e particular”, diz a diretora-executiva da Ideagri, Heloise Duarte. “Nosso software permite a adequação das demandas de cada produtor rural à realidade e à capacidade de desempenho de cada tecnologia, melhorando a qualidade da gestão e, portanto, a lucratividade”, diz ela. “O sistema integrado elimina muitas fichas, papéis, transposição de dados e, por isso, a informação final é mais confiável e os relatórios e rotinas específicas são mais consistentes”, diz ela.

Mercado de automação no campo em crescimento

“Toda a indústria da pecuária, seja do leite ou do corte, está caminhando para o modelo 4.0 da automação total, e quem quer seguir esse caminho vai precisar de um sistema de gestão informatizado e integrado, como o Ideagri Leite e o Ideagri Corte”, resume Heloise Duarte. De acordo com a diretora-executiva da Ideagri, o sistema atende hoje cerca de 4 mil fazendas de pecuária de leite e corte e a estimativa de crescimento para este ano é de 35%.

A modernização da gestão operacional e estratégica nas fazendas ainda não é padrão universal, mas está avançando. De acordo com o 2º Censo Agtech Startups Brasil, publicado recentemente e que consultou 184 produtoras de softwares e aplicativos, a receptividade do produtor rural brasileiro para novas tecnologias digitais é altíssima para 13% das empresas participantes, alta para 32% e intermediária para 42%. Os principais setores de atuação dessas empresas de tecnologia são os da soja (46%), milho (41%), pecuária de corte (30%), cana-de-açúcar (35%), café (25%) e da pecuária de leite (20%).

Ao mesmo tempo, o levantamento mostrou que, para 54% desses negócios - focados em novas tecnologias para o agronegócio - as soluções desenvolvidas dependem de internet, o que impede o crescimento de 32% dessas empresas. Enquanto que, para 46% desse universo, o produto não depende de conectividade no campo para operar, como é o caso dos sistemas Ideagri Leite e Ideagri Corte, que integram plataformas on-line e off-line.

Multiplataformas integradas on e off-line

O diferencial do Ideagri Leite e Ideagri Corte é sua capacidade de informatizar, de forma abrangente e integrada, a gestão econômico-financeira e animal, gerando índices relevantes às tomadas de decisões e gerenciamento eficiente do rebanho e da fazenda. A base desse sistema multiplataformas é o software Ideagri Desktop, que também está disponível na versão Ideagri Web, que consiste em um ambiente on-line seguro (nuvem) para armazenagem de backups e emissão de relatórios avançados, ou seja, pode ser acessado de qualquer ponto com conexão de internet.

A esse software, podem ser integradas outras plataformas opcionais, que operam on-line e off-line, como: o Ideagri IATF - para a gestão da inseminação artificial por tempo fixo; o Ideagri Coletor (Módulo Curral) – para a coleta dos dados no momento do manejo, permitindo ações simultâneas em diferentes pontos da fazenda e em tempo real, sem a necessidade de acesso à internet; e o Ideagri App (mobile) - aplicativo mobile que disponibiliza informações dos animais pelo celular.

“Dessa forma, o produtor pode capturar as informações com muito mais facilidade, transmiti-las para o sistema central, processá-las de forma integrada e gerar os relatórios que precisa para gerenciar sua propriedade”, define Heloise Duarte.