Acompanhamento da sobrevivência: relatório de análise quantitativa e qualitativa da sobrevivência dos animais em determinado período

Você sabe quantos animais nascidos na fazenda (desconsiderando, naturalmente, descartes voluntários) chegam, por exemplo, a 1 ano de idade? Com o Relatório 'Acompanhamento da sobrevivência', é possível fazer esse acompanhamento quantitativo e qualitativo dos animais que chegam a várias idades, com a opção de personalizar as faixas de avaliação, aplicar filtros por períodos de nascimento, sexo e muitos outros critérios. Nesta dica, saiba mais sobre a informação da sobrevivência e do relatório específico no Sistema IDEAGRI.

 

 

A informação da sobrevivência é um importante recurso para realizar projeções de rebanho, planejamentos financeiros, avaliar a evolução sanitária do plantel, dentre muitas outras aplicações. Vale destacar que a 'Sobrevivência' é uma informação histórica e deve ser trabalhada em conjunto com as taxas de mortalidade por faixas, as quais são informações quantitativas e permitem o acompanhamento mais tempestivo de desvios.

Fazendo uma analogia, para facilitar o entendimento, a 'Sobrevivência' se relaciona com a 'Taxa de mortalidade' no acompanhamento do rebanho, assim como o 'Intervalo entre partos' se relaciona com a 'Taxa de prenhez', na avaliação reprodutiva para a pecuária de leite. Ou seja, a 'Sobrevivência', assim como o 'IEP', é um índice histórico, já ocorrido, sobre o qual não podemos atuar. Por outro lado, a 'Taxa de mortalidade', assim como a 'Taxa de prenhez', nos permite atuar de forma mais imediata, a partir da percepção de quaisquer desvios. Naturalmente, os índices são relacionados: a sobrevivência será menor, quanto maior for a taxa de mortalidade; o IEP será maior, quanto menor for a taxa de prenhez. No entanto, os índices de mortalidade e prenhez nos permitem atuar de forma preventiva. 


GERAÇÃO DO RELATÓRIO

Acesse o Menu 'Relatórios'.

menu-relatorio.jpg

Localize, no grid, o Item 'Acompanhamento da sobrevivência' e clique em VISUALIZAR ou clique duas vezes no item.

TELA DE GERAÇÃO

Veja os campos e parâmetros para a geração do relatório:

OBRIGATÓRIOS

  • Data de referência (o padrão é a data atual): se a data for alterada, os cálculos para definir se o animal atingiu ou atingiria o limite máximo da faixa, para ser contabilizado na mesma, serão feitos com base na nova data de referência informada - a data não pode ser futura.
  • Período de nascimentos avaliados
  • Setor (com possibilidade de combinações): para animais baixados dentro do período escolhido, será considerado o setor que o animal estava na data da baixa. Para animais ativos ou baixados após o fim do intervalo, será considerado o setor que o animal estava alocado no último dia do intervalo.
  • Mais filtros: para utilizar quaisquer critérios de filtragem adicionais, como sexo, composição racial, etc., acesse o 'Mais filtros'.
  • Faixas em dias: é possível emitir o relatório considerando até 10 faixas. Se o número de faixas desejadas for menor, basta desmarcar as opções. A única validação existente é que a faixa posterior deve ser maior que a anterior.

Atenção: A flexibilidade de faixas permite ampliar a gama de análises. Se, emitindo o relatório com períodos mais abrangentes, determinada faixa, até 90 dias, por exemplo, apresentou um comportamento que merece uma análise mais profunda, basta emitir o relatório novamente, focando neste limite, com faixas menores - 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80 e 90 dias (exemplo ilustrativo).

Dica: O relatório apresenta algumas faixas padrão sugeridas: 90, 180, 270 e 365. Uma vez que as mesmas sejam editadas e o relatório emitido, as novas preferências serão gravadas. Havendo interesse em restaurar os padrões, basta clicar em 'Restaurar padrão'.

Importante: Se você desejar, por exemplo, marcar ou desmarcar todas as opções de faixa, para fazer uma nova configuração, basta clicar em 'Marcar / desmarcar todos'.

SELEÇÃO DE RELATÓRIOS

  • Exportar listagem de animais (caso esta opção esteja selecionada, ao emitir o relatório, será dada a opção de salvar as listagens de animais para *.csv, que poderá ser aberto em Excel, por exemplo);
  • Exibir listagem de animais (caso esta opção esteja selecionada, além da análise geral, será exibida no relatório uma lista de animais para cada faixa).
OPÇÕES DE VISUALIZAÇÃO
  • Exibir gráficos
  • Mostrar legendas
 

 

Img

MODALIDADES

TABELA c/ GRÁFICO

Img

[1] Animais nascidos no período: animais nascidos no período selecionado (período de nascimento), que tenham a data de nascimento igual à data da entrada (animais comprados, por exemplo, que tenham a data de entrada posterior à data de nascimento, não serão contabilizados);
[2] Animais que atingiriam ou atingiram o limite: animais nascidos no período selecionado (período de nascimento) cuja idade em dias, em relação à data de referência seja igual ou superior ao limite máximo da faixa (independentemente do animal ter sido baixado). Ou seja, se o animal nasceu em 01/01/2017 e a data de referência foi 01/06/2017, o animal teria, então 151 dias (na data de referência). Se o limite máximo da faixa considerada for de 150 dias, este animal será contabilizado, mesmo que tenha sido baixado em 02/01/2017;
[3] Baixas voluntárias: quantidade de animais de [2] que saíram da fazenda por descarte voluntário, dentro da faixa. Não serão considerados para o cálculo do índice nem exibidos nos relatórios de listagem;
[4] Animais considerados para o cálculo: (2-3);
[5] Baixas involuntárias e mortes: quantidade de animais de [4] que foram baixados por descarte involuntário ou morte, dentro da faixa;
[6] Sobreviventes: (4-5);
[7] % de sobrevivência: percentual de sobreviventes em relação aos animais considerados para o cálculo (6/4). 


LISTAGENS DE ANIMAIS

Será exibida uma lista por faixa

Img

Clique aqui para visualizar o relatório na íntegra, em pdf.

 

Veja outra análise, para a mesma fazenda exemplo, com mais faixas:

Img