Agropecuária Régia, um case de sucesso na Pecuária Leiteira

Conheça a história e a atividade produtiva da Agropecuária Régia, cliente e parceira IDEAGRI. A propriedade é hoje uma referência na produção de leite e queijos. A reportagem foi publicada como um caso de sucesso da Alta Genetics do Brasil, uma das empresas fundadoras da IDEAGRI.


Texto adaptado de: http://www.altagenetics.com.br/novo/noticias/Ler.aspx?nID=1993

Localizada a 60 quilômetros da capital paranaense, no município de Palmeira, a Colônia Witmarsum foi fundada na década de 50, por alemães menonitas. Desde a origem, a família Epp, proprietária da Agropecuária Régia, desenvolve um criterioso trabalho na pecuária leiteira.

Em 1968, Marvin Epp assumiu a propriedade do pai, com 15 vacas em lactação. Percebendo a necessidade de investimento, Marvin procurou um curso de inseminação para se especializar. Nos anos 70, foram realizadas importações de animais da Argentina e do Canadá, mas depois desse período nunca mais foram adquiridos animais. Desde 2009, trabalham com touros genômicos. A família percebeu que esse é o caminho para o rápido avanço genético. Parceira do programa Alta Advantage, a Agropecuária Régia é uma das mais importantes fornecedoras de genética da raça Holandesa para o programa Alta Embryo, que disponibiliza prenhezes de embrião para o mercado. A utilização de touros genômicos garante a superioridade genética do produto oferecido.

INVESTIMENTOS

Em 1995, a Agropecuária Régia investiu em seu primeiro Free Stall, com cama de colchão e piso ripado, com capacidade para 160 vacas. Em 2009, construiu o segundo Free Stall, já com cama de colchão e piso, com capacidade para 200 vacas.

Mais recentemente, em 2014, veio o terceiro investimento de Free Stall. Foi construído com cama de areia e capacidade para 320 vacas. Em dezembro do mesmo ano, foi inaugurada a ordenha rotatória para 32 vacas, com capacidade para ordenhar em torno de 180 vacas por hora.

PROJETO

Do total da propriedade, 200 hectares são utilizados para pecuária, entre área de instalações e área agrícola. Os outros 900 são exclusivos da agricultura, nas plantações de soja, trigo, milho e canola. O setor agrícola presta serviço na produção de forragens para o setor pecuário e há avaliações financeiras independentes. Essa organização possibilita que o setor pecuário não se preocupe com a produção de forragens, focando exclusivamente no manejo do gado.

Atualmente, no plantel são 600 vacas em lactação e 1.400 animais no total. A média de produção de leite atual é de 40 kg por vaca por dia, em controle oficial da Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa (APCBRH) e a média das lactações está em 12.511 kg, em 305 dias em idade adulta, mas as primíparas possuem essa projeção acima de 13.000 kg, o que mostra a evolução genética do rebanho. A gestão e o levantamento dos números e índices são realizados pelo Programa de Gestão IDEAGRI.

No próximo ano, o projeto é chegar a 700 vacas em lactação, mas a possibilidade de atingir 1.000 vacas ainda não foi descartada, já que a ordenha comporta o número de animais e existe área suficiente para a produção de comida. Faltaria apenas construir mais um Free Stall, que já tem local escolhido.

AGROPECUÁRIA RÉGIA NO PECUÁRIA EM ALTA

Assista à reportagem sobre a propriedade apresentada no Programa Pecuária em Alta.

Assista ao programa