Clientes IDEAGRI marcam presença no Congresso Girolando

O Congresso Internacional de Girolando 2015, realizado em Belo Horizonte nesse mês de novembro, foi um sucesso. Thiago Silveira (Xapetuba), Maurício Silveira (Faz. Santa Luzia) e Evandro Guimarães (Fazendas do Basa), clientes e parceiros IDEAGRI estiveram presentes.

O Congresso Internacional de Girolando contou com palestras de especialistas do Brasil, Bélgica, Venezuela, Guatemala e Bolívia que apresentaram as novidades tecnológicas da pecuária leiteira. Também foram apresentados 25 trabalhos científicos sobre pecuária leiteira na Sessão de Pôsteres. Além das palestras, o evento teve visitas a fazendas que selecionam Girolando.

Uma das novidades divulgadas no congresso foi a mudança do local de realização da Megaleite (tradicionalmente sediada em Uberaba, MG). Para mais informações: [ CLIQUE AQUI]. Clientes e parceiros IDEAGRI comentaram a alteração programada para 2016, comentando que a novidade pode gerar grandes benefícios para todos os envolvidos.

XAPETUBA AGROPECUÁRIA

Thiago Silveira, diretor da Xapetuba Agropecuária, em Uberlândia (MG), mesmo com o distanciamento da Megaleite da sua casa avalia como uma decisão acertada da diretoria e ressalta que uma Megaleite itinerante é a possibilidade de fomentar e desenvolver outras regiões. “Analisando o impacto negativo que a Megaleite deixa anualmente no caixa da Associação, é fácil entender o motivo pelo qual ela saiu de Uberaba, pelo menos nesta próxima edição. Em Belo Horizonte, com o apoio do Governo, a feira deixa de ser carregada pela Associação, assim como vem sendo nos últimos anos. É o principal evento da raça, e precisa ter o entendimento de todos os criadores para que seja superavitária”, comenta o criador, que é membro titular do Conselho Fiscal da Associação.

FAZENDA SANTA LUZIA

Maurício Silveira, gestor da Fazenda Santa Luzia, de Passos (MG), considera a decisão como oportuna. “Minas é o maior produtor nacional de leite, possui o maior PIB do setor lácteo e o Governo sinaliza comprometimento com a atividade. Temos um parque industrial lácteo invejável, então poderemos ter em Belo Horizonte a indústria mais próxima da Megaleite, que é o único segmento que ainda não foi incorporado, passando a cumprir seu papel de unir todas as raças leiteiras e todos os elos.”

FAZENDAS DO BASA

Evandro do Carmo Guimarães, titular das Fazendas do Basa, de Leopoldina (MG), destaca a importância de colocar novamente uma capital no circuito das grandes exposições nacionais. “Antes nós tínhamos a Feileite, realizada em São Paulo. Agora, promover a maior feira da pecuária leiteira na capital do Estado maior produtor de leite será extremamente positivo”, avalia.

Fonte: Berrante Comunicação