Consulta SQL - Gerar Leite - IA

Esta é a consulta para a geração de dados de IA para o Gerar Leite.

Para detalhes sobre a utilização da ferramenta 'Consulta SQL', clique aqui.

 

Existem 4 opções de consulta:

 

APENAS ANIMAIS ATIVOS (SOMENTE TENTATIVAS PROTOCOLADAS)

Clique nos links para fazer o download da consulta e emitir o relatório.

Link No formato *.sql

Link No formato *.zip

 

COM ANIMAIS ATIVOS E BAIXADOS (SOMENTE TENTATIVAS PROTOCOLADAS)

Clique nos links para fazer o download da consulta e emitir o relatório.

Link No formato *.sql

Link No formato *.zip

 

APENAS ANIMAIS ATIVOS (TODAS AS TENTATIVAS)

Clique nos links para fazer o download da consulta e emitir o relatório.

Link No formato *.sql

Link No formato *.zip

 

COM ANIMAIS ATIVOS E BAIXADOS (TODAS AS TENTATIVAS)

Clique nos links para fazer o download da consulta e emitir o relatório.

Link No formato *.sql

Link No formato *.zip

 

COM ANIMAIS ATIVOS E BAIXADOS COM SETOR ATUAL (TODAS AS TENTATIVAS)

Clique nos links para fazer o download da consulta e emitir o relatório.

Link No formato *.sql

Link No formato *.zip

Campo

Comentários sobre a forma de extração das informações

Região GerarEsta coluna virá em branco e deverá ser preenchida manualmente, de acordo com as orientação do Gerar. 
Ano GerarEsta coluna virá em branco e deverá ser preenchida manualmente, de acordo com as orientação do Gerar. 
TécnicoEsta coluna virá em branco e deverá ser preenchida com o nome do técnico responsável pelo envio dos dados para o Gerar. 

Nome da fazenda

Nome da fazenda no IDEAGRI Desktop

Estado

Esta coluna só vira preenchida se o cadastro da fazenda no IDEAGRI Desktop tiver o munucípio informado

TécnicaComo as consultas SQL para o gerar, no IDEAGRI, são específicas por tipo e esta é da da IA, este campo sempre virá preenchido com IA

Vaca

Número da vaca

Escore

Escore de condição corporal até 30 dias antes da data da IA. Se não houver o anterior será mostrado o ECC até 30 dias depois da data da IA.

Raça

Grau de sangue como está detalhado no IDEAGRI. Exemplos:

  • 7/8 HO, GL
  • Holandês
  • 3/4 HO, GL
  • 15/16 HO, GL

Número de partos

Ordem de partos da matriz

Data de Parto

Data do último parto da matriz

Retenção de placenta

Ocorrência de retenção de placenta no último parto da matriz (Não=0, Sim=1). No caso de nulíparas o campo virá em branco

Doença na lactação

Para mastite vamos considerar SIM, caso tenha existido mastite clínica até 30 dias antes ou até 30 dias depois da data da inseminação.

Para as outras doenças será SIM,  caso o usuário tenha lançado para a matriz,  após o início da lactação,  até a data da inseminação qualquer das doenças padrão do sistema (são as de fundo cinza,   no cadastro de tipos de doenças):Anaplasmose,  Artrite,  Babesiose,  Botulismo,  Brucelose,  Carcinoma Ocular,  Deslocamento de abomaso,  Diarréia,  Distúrbios Metabólicos,  Doenças a vírus,  Doenças Bacterianas,  Doenças Parasitárias,  Empazinamento,  Gangrena,  Insuficiência cardíaca,  Leucose,  Mastite,  Metrite,  Neoplasia,  Outros,  Pericardite,  Peritonite,  Piroplasmose,  Pleuropneumonia,  Pneumonia,  Pododermatite,  Raiva,  Retenção de placenta,  Rompimento de útero,  Septicemia,  Timpanismo,  Traumatismo,  Tristeza parasitária,  Tuberculose.

E também qualquer tipo de doença que tenha sido cadastrada pelo usuário.  Ou seja, qualquer doença lançada será contabilizada.

Data IA

Data da inseminação

N cob

Classificar IA prévia;
0 - nunca recebeu IA; 1 - recebeu 1 IA; 2 - recebeu 2 IAs...

Número de tentativas do tipo IA no ciclo atual (exceto a atual)

Intervalo entre IAIntervalo entre a IA atual e a anterior neste ciclo

IATF ou Cio

IA com protocolo = IATF

Sem protocolo = CIO

Tipo protocolo

Para que o tipo de protocolo seja listado com A, B ou C o usuário deverá incluir no nome do protocolo 'Tipo A', 'Tipo B' ou 'Tipo C'. O nome do protocolo pode conter outras informações, mas em qualquer parte do nome deve haver as descrições comentadas.

 

Caso o tipo não esteja corretamente preenchido, ou seja não seja de algum dos tipos, o dado não será exibido no resultado da consulta.

1163-1.png

 

ImplanteEsta coluna virá em branco e deverá ser preenchida manualmente, de acordo com as orientação do Gerar. 
GnRH início protocoloSe o protocolo aplicado na matriz tem, no dia 0, o princípio ativo gonadotrofina (conferir)
PGFEsta coluna virá em branco e deverá ser preenchida manualmente, de acordo com as orientação do Gerar. 

Nº uso do Cidr

Para que esta informação seja exibida é necessário que o usuário informe, no detalhe do protocolo o número do uso do princípio ativo ‘Progesterona’, como ilustrado a seguir:

1163-2.png

Havendo interesse, podemos criar um relatório que contenha o detalhamento dos protocolos pelo nome (que contenha algum dos tipos comentados)

CL início protocolo

Será 'Sim = 1'  se caso tenha sido lançado, na tela de diagnóstico reprodutivo,  um resultado para ovários que contenha a descrição 'CL' ou 'Lúteo' nos últimos 17 dias antes da inseminação;

1163-3.png

Deu cio para IA

 Será 'Sim = 1' caso no lançamento da IA a coluna cio seja preenchida como 'Sim':

1163-4.png

T.retal IA

Tela de IA

Horário IA

 Será a coluna hora no formato HH:MM – Se for imprescindível, podemos transformar em manhã, tarde e noite. Neste caso, preciso que vocês especifiquem os limites das horas de cada período.

Touro

A coluna da identificação dá prioridade ao cadastro do touro na base unificada. O motivo disso é permitir analisar o efeito do mesmo touro, em diferentes fazendas (identificados a partir da base de touros unificada).

O ideal é que os touros utilizados sejam associados a um touro da base de touros unificada, sempre que possível, para que as comparações sejam factíveis.

Assim, a prioridade é:
1- Identificação do touro na base unificada
2- Nome do touro (será exibido se 1 não existir)
2- Número do touro (será exibido se 1 e 2 não existirem)

Sexagem

Para que a coluna seja corretamente preenchida, é necessário que no cadastro do sêmen o tipo informado:

Sexado de Fêmea ou Sexado de Macho no IDEAGRI, será Sexado no GERAR

CentralEsta coluna virá em branco e deverá ser preenchida pelo usuário

Inseminador

Nome do inseminador

Leite

Controle leiteiro até 30 dias antes da data da IA. Se não houver, buscarmos até 30 dias depois.

CCS

Será exibido a CCS mais próximo da data da inseminação, com um limite de 30 dias antes da data da IA, apenas caso a vaca esteja em lactação no dia da IA.

Prenhez 30 dias

Será exibida a informação 1 caso o animal tenha ficado gestante com 30 dias de IA – (Se o animal tiver sido diagnosticado com mais de 30 dias este campo deverá vir como sim?). Só será exibido 0 (Não), caso não tenha ocorrido a concepção – seja por diagnóstico negativo, por repetição de cio ou nova IA.

Prenhez 60 dias

Será exibida a informação 1 caso o animal tenha ficado gestante até 60 dias de IA – (Se o animal tiver sido diagnosticado positivo, após 60 dias será exibido como sim, mesmo que tenha havido a perda de prenhez posteriormente).

Vacina CattleMasterSe recebeu, nos últimos 12 meses em relação à IA o produto que tenha no nome cattlemaster
PEVPeríodo de espera voluntário informado atualmente nas configurações da fazenda - se for o caso desta informação tem mudado ao longo do tempo, é conveniente conferir.
Duração do protocoloEsta coluna virá em branco e deverá ser preenchida manualmente, de acordo com as orientação do Gerar. 
Controle de PIEsta coluna virá em branco e deverá ser preenchida manualmente, de acordo com as orientação do Gerar. 

EXTRA - Horário do cio

Será a coluna hora no formato HH:MM – Se for imprescindível, podemos transformar em manhã, tarde e noite. Neste caso, preciso que vocês especifiquem os limites das horas de cada período.

EXTRA - Nome do Protocolo

Coluna adicional

EXTRA - Nome do Protocolo

Coluna adicional
EXTRA - Observação IA

Coluna adicional

EXTRA - Nome Touro

Coluna adicional

EXTRA - Número TouroColuna adicional
EXTRA - Código Web fazendaCódigo web da fazenda (que nunca se repetirá)