Curso Novos Enfoques, 23ª Edição

A vigésima terceira edição do curso acontecerá em Uberlândia (MG), nos dias 14 e 15 de março. O objetivo do encontro é disseminar conhecimentos na área da pecuária de corte e de leite. O evento é reconhecido por ser um grande centro de discussões e por viabilizar o acesso de produtores, estudantes e profissionais a um extenso repertório técnico. A programação está imperdível. Se você vai ao evento, não deixe de visitar a Equipe Ideagri que estará presente no stand do Grupo Rehagro: Ideagri, Rehagro e 3rlab. Além disso, no primeiro dia do evento, faremos parte da programação, com um lançamento muito especial!

 Clique no botão abaixo para conferir a programação completa do evento e fazer sua inscrição:

 

Ou acesse o link: www.sympla.com.br

  

Programa

LOCAL COORDENAÇÃO
Uberlândia - Minas Gerais - Centro de Convenções Center Shopping Prof. José Luiz Moraes Vasconcelos (FMVZ-UNESP-BOTUCATU)
PERÍODO SITE
14 e 15 de Março de 2019 www.conapecjr.com.br
ORGANIZAÇÃO E-MAIL
CONAPEC Jr. (UNESP - BOTUCATU) vasconcelos@fmvz.unesp.br

-

PALESTRANTES
Palestrantes leite Palestrantes Corte

Fábio Lima, University of Illinois.
James D. Quigley, Research & Technical Manager, Cargill.
José Eduardo P. Santos, University of Florida.
Klibs N. A. Galvão, University of Florida.
Ricardo C. Chebel, University of Florida.
Rodrigo Carvalho Bicalho, Cornell University.
Ronaldo Luis Aoki Cerri, University of British Columbia.

 Antônio Chaker El-Memari Terra Consultoria
Bruno Cappellozza – Nutricorp
Edmundo Rocha Vilela - Lageado Biotecnologia e Pecuária
Guilherme do Nascimento Oliveira, Diretor de Operações e Originação JBJ Agropecuaria
Gustavo Rezende Siqueira, Apta Colina
João Vendramini, University of Florida
Luís Tedeschi, Texas A&M University).
Marcelo Pimenta, EXAGRO
Mário Garcia, EXAGRO
Philipe Moriel, University of Florida
Reinaldo Cooke, Texas A&M University)
Rogério Peres, Diretor Pecuária Agro SB
-
PROGRAMAÇÃO
Dia 14/03 Quinta-feira
LEITE CORTE

8:30 – 09:30: Descarte: Como decidir quem fica ou sai do rebanho. Ronaldo Cerri e José Eduardo P. Santos.

09:30 - 10:30: Uso de seleção genômica em rebanhos leiteiros. José Eduardo P. Santos, Ricardo C. Chebel e Klibs N. A. Galvão.

11:00 - 11:50: Nutrição pré-desmama: impacto na produtividade futura. James D. Quigley.

11:50 - 12:30: Programa nutricional de novilhas no período pós-desmama. James D. Quigley.

14:00 - 15:00: Critérios para implementação de programas reprodutivos para novilhas. Ricardo C. Chebel e Fábio Lima.

15:00 – 16:00: Pontos críticos na implementação do manejo reprodutivo em vacas leiteiras. José Eduardo P. Santos e Ronaldo Cerri.

16:30 – 17:30: Manejo nutricional no período de transição. José Eduardo P. Santos e Ronaldo Cerri.

17:30 - 18:30: Conforto no período de transição. Ricardo C. Chebel e Ronaldo Cerri.

18:30 – 19:00: Lançamento do Índice IDEAGRI do Leite Brasileiro.

 

Módulo: Nutrição de vacas de corte: estratégias para aumentar a produtividade da cria.

08:15 – 08:45:Brasil, país tropical: importância da disponibilidade e qualidade da forragem e impacto na economicidade do sistema de produção de gado de corte. Mário Garcia.

08:45 – 09:15: Estratégias para minimizar diferenças na oferta e na qualidade de forragens nas águas e na seca. João Vendramini.

09:15 - 09:45: Requerimentos nutricionais de fêmeas em pastagens tropicais (NRC 2016). Luís Tedeschi.

10:15 - 11:00: Estratégias de suplementação de fêmeas em reprodução que devem ser utilizadas para otimizar resultados produtivos. Philipe Moriel e Reinaldo Cooke.

11:00 - 11:45: Programação fetal e desempenho reprodutivo e qualidade de carcaça da progênie. Philipe Moriel e Reinaldo Cooke.

11:45 - 12:10: Utilização de tecnologias nutricionais em vacas de cria no Brasil – O que está sendo utilizado e o que deveria ser adotado? Bruno Cappellozza – Nutricorp.

12:10 - 12:40: Mesa redonda para discutir viabilidade técnica e econômica de investimentos na aplicação de tecnologias de melhoria da eficiência reprodutiva em vacas de cria. Coordenação Marcelo Pimenta.

Módulo: Oportunidades para otimizar crescimento, desenvolvimento reprodutivo e capacidade produtiva de fêmeas de reposição.

14:10 - 14:40: Avaliação retrospectiva de dados reprodutivos e zootécnicos de fêmeas Nelore com prenhez aos 14 meses. Rogério Peres.

14:40 - 15:10: Requisitos nutricionais de fêmeas jovens Nelore (NRC 2016). Luís Tedeschi.

15:10 - 16:30: Conciliando a oferta e qualidade do volumoso (João Vendramini) com estratégias de suplementação de fêmeas jovens até a segunda cria para otimizar resultados produtivos (Philipe Moriel e Reinaldo Cooke).

17:00 - 17:30: Utilização de tecnologias nutricionais em fêmeas de reposição – O que está sendo utilizado no Brasil e o que deveria ser adotado? Bruno Cappellozza.

17:30 - 18:30: Viabilidade econômica da antecipação da puberdade em fêmeas de reposição em sistemas de cria comercial. Antônio Chaker El-Memari.

18:30 - 19:00: Mesa redonda para discutir viabilidade de investimentos na aplicação de tecnologias de melhoria da recria de fêmeas de reposição. Coordenação: Marcelo Pimenta.

Dia 15/03 Sexta-feira
LEITE CORTE
   

08:00 - 09:00: Implementação de programas de saúde no período de transição. Ronaldo Cerri, Klibs N. A. Galvão, Ricardo C. Chebel.

09:00 - 10:00: O que sabemos do custo energético de doenças ou estresse? Rodrigo Carvalho Bicalho.

10:30 - 11:30: Importância de cultura microbiológica do leite para tomada de decisão na terapia e controle de mastites. Fábio Lima e Rodrigo Carvalho Bicalho.

11:30 - 12:30: Etiologia bacteriana da mastite bovina: impacto na definição das estratégias de controle, prevenção e tratamento. Rodrigo Carvalho Bicalho e Fábio Lima.

14:00 - 15:00: Estratégias de manejo para prevenção de doenças uterinas. Klibs N. A. Galvão, Fábio Lima e Rodrigo Carvalho Bicalho.

15:00 - 16:00: Decisões terapêuticas para doenças uterinas. Klibs N. A. Galvão, Fábio Lima e Rodrigo Carvalho Bicalho.

16:30 - 17:30: Prevenção e controle de problemas de casco. Rodrigo Carvalho Bicalho e Ricardo C. Chebel.

17:30 - 18:30: Monitores que permitem diagnóstico precoce de problemas periparto. Ronaldo Cerri e Ricardo C. Chebel.

18:30 – 19:00: Mesa redonda final com todos os palestrantes: Quais tecnologias devo utilizar para otimizar os resultados de sistemas de produção de gado de leite no Brasil?

 

Módulo: Teoria na prática - Genética para aumentar a produtividade. 08:00 - 12:00

ABCZ, Agropontieri, Genética Aditiva, Grupo JD Fazenda São Marcelo, Nelore Mocho CV, NP Nelore, PSLM Agropecuária, Rancho da Matinha, Sino Agropecuária, Tulipa Agropecuária.

A roda rodando mais rápido: intensificação do manejo reprodutivo e da taxa de reposição, prós e contras? Marcelo Pimenta.

Módulo: Alternativas de manejo durante cria/recria visando eficiência e qualidade na produção de carne.

13:30- 14:00: Da concepção à carcaça: a importância da sequência de eventos para se obter eficiência na produção de carne. Gustavo Rezende Siqueira.

14:00 – 14:30: Experiência Lageado na utilização de IATF para originação de carne de qualidade. Edmundo Rocha Vilela.

14:30 – 15:00: Requisitos nutricionais de machos Nelore jovens (NRC 2016). Luís Tedeschi.

15:00 - 16:00: Conciliando a oferta e qualidade do volumoso (João Vendramini) com o manejo nutricional (momento do ganho de peso ou intensificação da suplementação) visando maior eficiência de ganho e qualidade de carcaça (nutrientes específicos que podem melhorar a qualidade da carcaça) (Philipe Moriel e Reinaldo Cooke).

16:30 - 17:00: História da Intensificação da Recria na JBJ e suas parcerias. Guilherme do Nascimento Oliveira

17:00 - 17:30: Tecnologias para terminação intensiva a pasto. Gustavo Rezende Siqueira

17:30 - 18:00: Utilização de tecnologias nutricionais na cria e recria de machos – O que está sendo utilizado no Brasil e o que deveria ser adotado? Bruno Cappellozza

18:00 - 18:30: Mesa redonda para discutir viabilidade de investimentos na aplicação de tecnologias de melhoria da recria de machos. Coordenação: Marcelo Pimenta

18:30 - 19:00: Mesa redonda final: PERSPECTIVAS FUTURAS para aplicação de tecnologias em sistemas de produção de gado de corte no Brasil. Qual nosso potencial?

---