Em 2015, planeje estrategicamente seu negócio!

Renovar os planos para o ano que está para começar terá muito mais eficácia se o pensamento estratégico for aplicado nas ações. Confira, neste texto, os pontos principais de duas metodologias altamente aplicáveis nesta missão: Painel Balanceado de Indicadores (BSC) e o Gerenciamento de Processos de Negócio (BPM).


BSC (Balanced Scorecard)

De forma resumida, a proposta do painel balanceado (BSC) é apresentar resultados de indicadores de diferentes perspectivas (pontos de vista, áreas de resultado, cenários) em um único relatório, o Mapa Estratégico. A definição dos objetivos estratégicos é baseada na relação CAUSA X EFEITO, ou seja, cumprindo as metas da “base” do mapa, temos um efeito positivo nas metas (objetivos) das próximas perspectivas (e assim por diante), culminando num resultado positivo em relação à visão almejada.

A metodologia surgiu como uma alternativa para suplantar a insatisfação com os sistemas tradicionais na avaliação exclusiva da eficiência dos processos de lucratividade dos produtos. O sistema do painel indica como decidir sobre o que deve ser medido (que são os fatores-chave estratégicos) e como tais informações devem ser organizadas e visualizadas de forma a ter maior utilidade na gestão do negócio. Enquanto ferramenta, o BSC é:

  • Um sistema de medição (sendo composto de medidas que traduzem a estratégia da organização).
  • Um sistema de gerenciamento estratégico (alinhando as ações de curto prazo com a estratégia da organização).
  • Uma ferramenta de comunicação (descrevendo de forma eficaz e tangível a estratégia).

Em tese, o painel (BSC) pode ser fundamentado em quatro perspectivas (descritas abaixo), mas o estrategista pode adequar (reduzindo ou ampliando) os cenários analisados:

FINANCEIRAAvalia-se a maneira como a organização deve ser vista pelos acionistas visando ao sucesso financeiro.
CLIENTEAvalia-se a forma como a organização deve ser vista pelos clientes para que a visão seja alcançada.
PROCESSOS INTERNOSAvaliam-se os processos a serem excetuados com excelência de forma que clientes e acionistas sejam satisfeitos.
APRENDIZADO / CRESCIMENTOAvaliam-se as capacidades e competências a serem desenvolvidas e mantidas para que a visão seja alcançada.

Veja um exemplo de Mapa Estratégico de uma propriedade da pecuária leiteira. A leitura do mapa deve ser debaixo para cima (ou seja, o plano é atingir os objetivos da base para causar efeito positivo nos demais).

Mapa Estratégico de uma propriedade leiteira

Há diversos aplicativos disponíveis no mercado que podem ser utilizados na construção do Mapa Estratégico, com posterior acompanhamento da execução dos planos de implementação elaborados. Dentre eles, destaca-se o Ideagri Control, que é o sistema de gestão de metas da empresa Ideagri!

Conheça o IDEAGRI CONTROL


BPM (Business Process Management)

Processos de negócio podem ser definidos como o conjunto de atividades que tem por objetivo transformar insumos (entradas), adicionando-lhes valor por meio de procedimentos, em bens ou serviços (saídas) que serão entregues e devem atender aos clientes. Nesse sentido, o gerenciamento de processos de negócio (BPM) permite que as práticas organizacionais sejam mais robustas e, consequentemente, conduzam a processos mais eficazes, eficientes e ágeis, culminando em um maior retorno para as partes que investem na organização.

  • Aplicação do BPM no planejamento estratégico:

Ao montarmos um mapa estratégico, devemos considerar a perspectiva dos processos internos (como destacado acima neste texto). Nesse sentido, a aplicação prática das ações de melhoria e otimização dos processos é amplamente beneficiada pela visão empregada pelo BPM.


O ideal é que o gerenciamento aplicado englobe mecanismos para otimizar e aprimorar, constantemente, os processos de negócio, por meio da adoção de uma metodologia de trabalho. A profundidade e abrangência da metodologia, com certeza, dependerão da maturidade da organização e seus colaboradores, mas podemos destacar, de forma geral, o seguinte fluxo:

ANÁLISE INICIALColeta de informações, estruturação da proposta de trabalho, dimensionamento do projeto – custos, tempo e demais recursos, definição de objetivos e elementos de ligação entre o projeto e a organização e documentação do produto resultante do projeto.
ANÁLISE DO PROCESSO ATUALLevantamento de informações sobre o estado atual do processo, sendo que, caso o processo objeto da aplicação da metodologia seja inteiramente novo, esta fase não será executada.
MODELAGEM DO NOVO PROCESSOConstrução do novo processo.
IMPLANTAÇÃO DO NOVO PROCESSOConsiderada a mais crítica de todas as fases, engloba o treinamento das pessoas envolvidas no processo.
GERENCIAMENTO DO PROCESSOAcompanhamento do desempenho do processo, após a implantação, com o objetivo de garantir a sustentabilidade dos resultados.

Recomenda-se que a aplicação da metodologia escolhida seja precedida da estruturação da Cadeia de Valor da organização, que é o diagrama dos seus processos primários (a razão de ser do negócio) e dos seus processos de suporte (importantes, necessários, mas que apenas apoiam os primários). Não importa o formato escolhido (há vários disponíveis para pesquisa), o que interessa ao gestor e sua equipe é que o desenho represente o que a empresa faz e destaque os processos que devem ser “cuidados” prioritariamente.



Sábias palavras...

“Conhecer o outro e conhecer a si mesmo; em cem batalhas nenhum perigo. Não conhecer o outro e conhecer a si mesmo; uma vitória para uma perda.Não conhecer o outro e não conhecer a si mesmo, em cada batalha, derrota certa.” (Sun Tzu)

“O planejamento não é uma tentativa de predizer o que vai acontecer. O planejamento é um instrumento para raciocinar agora, sobre que trabalhos e ações serão necessários hoje, para merecermos um futuro. O produto final do planejamento não é a informação: é sempre o trabalho.” (Peter Drucker)

"Nós temos um planejamento estratégico. Ele se chama: fazer as coisas." (Herb Kelleber)