IDEAGRI CONTROL :: Comunicado aos instrutores/articuladores (OUTUBRO 2012)

Nesta comunicação, abordaremos os seguintes tópicos:

1) TRATAMENTO DE ANOMALIAS NO IDEAGRI CONTROL (parte 2)
2) PRAZO PARA LANÇAMENTO DE DADOS DO MÊS DE OUTUBRO


1) TRATAMENTO DE ANOMALIAS NO IDEAGRI CONTROL (parte 2)

No último Comunicado, tratamos do processo de registro de ocorrências causadoras de anomalias nos resultados lançados. Exemplificando:

Digamos que um usuário está informando o número de alunos participantes numa determinada aula. A meta traçada é que estejam presentes 16 alunos. Porém, de fato, apenas 7 pessoas participaram da aula. Ao lançar o resultado, o instrutor verifica que o indicador cumpriu apenas 43,75% da meta, ele pode:

Apenas registrar a anomalia (que foi um resultado muito abaixo do esperado):

- Clicando no botão ‘CRIAR’ abaixo do campo de inserção do resultado.
- Inserindo as informações referentes ao registro, dentre elas: uma breve descrição da anomalia, as medidas imediatas tomadas e quaisquer observações pertinentes.
- Vamos considerar que ele não vai prosseguir com a análise, isto é, o motivo de tantas faltas foi um fato isolado e que não irá ocorrer novamente. Dessa forma, ele insere a data de conclusão.

Registrar a anomalia e buscar a causa para definir possíveis ações corretivas:

- Após registrar a anomalia, o usuário NÃO INSERE A DATA DE CONCLUSÃO.
- Posteriormente, ele vai ao Menu ‘AGIR’ e acessa o item ‘TRATAMENTO DE ANOMALIAS’.
- As informações inseridas no registro estarão na primeira aba ‘Anomalia’. Há mais duas abas:


o Análise – Diagrama de Causa e Efeito

♦ O sistema conta com uma excelente ferramenta para a resolução de problemas. O diagrama tem como objetivo principal a identificação das possíveis causas de um efeito (não desejado) para que seja possível uma priorização das ações a serem tomadas. Veja uma breve explicação da ferramenta:

GRÁFICO DE ISHIKAWA - Também conhecido como diagrama de espinha de peixe ou diagrama de causa e efeito. Trata-se de um gráfico que sugere um deslocamento da esquerda para a direita, isto é, das causas iniciais para os seus efeitos finais. Assim, os problemas são colocados no lado direito do gráfico, onde estaria situada a cabeça do peixe, enquanto suas causas são dispostas no lado esquerdo. Pode ser gerado através da aplicação da técnica do Brainstorming (várias causas são levantadas e posteriormente classificadas como sendo de alguma das espinhas). Como categorização das causas identificadas, pode-se usar duas classificações:

• MÉTODOS / MÃO-DE-OBRA / MATERIAIS / MÁQUINAS / MEIO AMBIENTE / MEDIDAS (6 Ms)
• POLÍTICAS / PROCEDIMENTOS / PESSOAL / PLANTA – layout (4 Ps)

Imagem


o Tratamento

♦ Nesta aba, o usuário pode propor um plano de ação (O que / Como / Porque / Quem / Quando) para agir nas causas identificadas no Diagrama.
♦ O andamento das ações pode ser informado através da alteração do status de cada ação: PLANEJADO / EM ANDAMENTO / CONCLUÍDO.
♦ Tão logo as ações sejam todas concluídas, o usuário também pode registrar os resultados obtidos, isto é, a melhoria, manutenção ou piora (VERIFICAÇÃO), propor que os procedimentos de sucesso sejam adotados como melhores práticas (PADRONIZAÇÃO) e inserir uma análise da eficácia do plano (CONCLUSÃO).


- Em qualquer etapa do tratamento, é possível a impressão de um relatório bastante completo do tratamento das anomalias. Clique aqui e confira um exemplo do tratamento para o problema exemplo (poucos alunos presentes).


2) PRAZO PARA LANÇAMENTO DE DADOS DO MÊS DE OUTUBRO


De acordo com a definição da GEPRO, os resultados de outubro deverão ser lançados no sistema até o dia 01/11/2012, quarta-feira.

Nossa equipe de suporte está à disposição para quaisquer esclarecimentos referentes à utilização do sistema.

Esclarecimentos sobre a metodologia, prazos, formato de cálculo e demais temas devem ser direcionados aos coordenadores.