Ponto de Vista: "Educação a Distância: Como é que vivíamos sem isso?"
Existem certas novidades que surgem, “invadindo” nossos lares, trabalhos, enfim, nossas vidas, sem perguntar se são bem-vindas. Algumas delas acabam mostrando-se inúteis ou incômodas com o passar do tempo. Outras parecem extremamente indispensáveis, a ponto de perguntarmos: “Como é que eu vivia sem isso antes?”. A internet, em nossa opinião, enquadra-se no segundo grupo. Surgiu, da maneira como a utilizamos rotineiramente - a conhecida WWW ou World Wide Web, em 1991. Daí para frente, evoluiu rapidamente, mostrando-se ser uma ferramenta multiuso, encurtando ou acabando com as distâncias e apresentando-se como sinônimo de fonte infinita de informações.
As informações obtidas junto à grande rede mundial podem ser muito importantes para o surgimento, o desenvolvimento e a sustentabilidade de uma atividade econômica ou de uma carreira profissional. O profissional que faz bom uso desta quantidade incomensurável de informações já ganha um tremendo diferencial competitivo. Quando falamos em bom uso, referimo-nos à transformação da informação em conhecimento. É preciso ter habilidade durante este processo de transformação, adquirindo conhecimentos que sejam capazes de promover ações eficazes para a obtenção de resultados efetivos.
Em qualquer setor de atividade do mercado, a falta de capacitação dos profissionais atuantes representa uma lacuna que pode crescer descontroladamente. Entretanto, cabe ao profissional buscar suas formação e atualização sob pena de tornar-se obsoleto se não o fizer.
Reconhecemos, por outro lado, que a velocidade demandada pelo mercado torna-se, muitas vezes, sufocante e parece transformar as 24 horas do dia em 12! Falta-nos tempo para “darmos conta do recado” contudo, parece que o dia de nossos concorrentes e do mercado como um todo têm 48 horas. Incrível!
O setor de agronegócios brasileiro, por exemplo, ilustra nosso raciocínio: a atividade está em franca expansão e, para continuar crescendo, depende muito do bom preparo do profissional atuante neste cenário. Infelizmente, este profissional enfrenta, com freqüência, dificuldades relativas à extensão do território agropecuário, fator que inviabiliza algumas ações voltadas para a busca por conhecimentos atualizados e indispensáveis à sobrevivência de seu negócio ou de sua “empregabilidade”.
Uma excelente alternativa para evitar a ocorrência deste despreparo profissional é a possibilidade de capacitação através da educação a distância. A educação a distância através da internet, conseqüência da evolução tecnológica já citada, é uma modalidade de ensino onde os alunos têm a oportunidade de adquirir conhecimentos e técnicas, através de plataformas de ensino interativas, de maneira eficiente e, o melhor de tudo, conforme a sua disponibilidade de tempo, independente de sua localização geográfica. É uma revolução que veio para ficar, fincando suas raízes com solidez.
Cabe ressaltar que devemos estar atentos à seriedade e ao profissionalismo das empresas que oferecem este tipo de educação. Precisamos buscar empresas cujo principal objetivo seja disponibilizar ambientes de aprendizagem colaborativos e consistentes, oferecendo uma atmosfera que promova o auto desenvolvimento, a troca de experiências e resultados tangíveis.
A educação a distância, com sua incrível capacidade de quebrar barreiras geográficas e temporais, será, não temos dúvidas, um marco para o agronegócio e, brevemente estaremos todos perguntando: “Como é que eu vivia sem isso antes?”.

137002.gif

Cada vez mais, o produtor passa pela necessidade de escolher um caminho a seguir, que muitas vezes é realizada pelo sentimento ou pela experiência passada por diversas gerações. Apesar da grande importância deste “feeling”, é crescente a demanda por informações reais do andamento da atividade para a tomada de decisão. Entra aqui a necessidade de um bom conhecimento de gestão da atividade produtiva.
Uma parte dos produtores rurais e técnicos atuantes no agronegócio já despertou para a necessidade da profissionalização da gestão das propriedades rurais. Porém, vivem dificuldades no próximo passo: implementar esta gestão. Uma empresa rural ou urbana precisa de ferramentas gerenciais simples e que sejam aplicáveis à sua realidade, permitindo que se alcance o sucesso com solidez. Participe do curso “Gestão com foco em resultados no agronegócio” e transforme propriedade rural em empresa rural!
Não perca esta oportunidades. Clique aqui e confira a programação deste e de outros cursos pela Internet do ReHAgro.

Este artigo reflete as opiniões do autor(es), e não do IDEAGRI. O IDEAGRI não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizado pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso dessas informações.