Por que sou feliz sendo produtor de leite?

Produzir leite não é um trabalho fácil, e talvez por isso muitos jovens não estejam encarando a sucessão como uma boa opção profissional. Mas, também é uma atividade que traz vantagens e prazeres únicos. Contato com a natureza, dinheiro entrando todo mês, produzir um alimento nobre, educar os filhos em um ambiente de trabalho e valores sólidos, ou as vacas - o que te faz feliz? A Revista Leite Integral fez essa pergunta a produtores espalhados pelo Brasil, com realidades bem distintas em termos de sistema de produção. Confira as respostas dadas por clientes e parceiros do IDEAGRI e, quem sabe, inspire-se neles para repensar os seus conceitos de felicidade.

A Revista Leite Integral é um veículo de mídia impressa que produz conteúdo de altíssima qualidade e leva cada vez mais informação para a cadeia produtiva do leite no nosso país. Em suas edições, traz informações técnicas de alta qualidade e relevância, de forma acessível e prática. A revista tem publicação mensal, com projeto gráfico leve, moderno e atrativo.

A Revista passou por uma reformulação editorial e gráfica em 2017, com o objetivo de tornar-se ainda mais moderna e completa, para deixar a experiência de leitura mais rica e agradável, não só para aqueles ligados ao setor, mas para que pessoas de todos os ramos tivessem mais interesse na cadeia produtiva do leite. E funcionou! A revista chamou a atenção do público e vem recebendo elogios acerca do conteúdo completo e relevante.

Assine agora em:

www.revistaleiteintegral.com.br

Imagem


"Quando você nasce, cresce e se desenvolve em um ambiente familiar saudável e feliz, cria-se dentro da gente exemplos e paixões que vão formando raízes e moldando nossa formação e também nossos gostos e vocação profissional. Nasci em uma família de produtores de leite que cresceram com a atividade, sabendo enfrentar as dificuldades com trabalho e dedicação, nunca com reclamações e desânimo. Assim, aprendemos a gostar de trabalhar com vacas de leite e passamos isso também aos nossos filhos, que hoje já estão formados e trabalhando com o grupo, que agora terá um novo nome: Fazendas Reunidas Antonio Carlos Pereira, Filhos e Netos. Nunca corremos para ser os maiores produtores de leite do Top 100, mas estamos, com certeza, no Top 10 entre os mais felizes."
LEO PEREIRA - Fazendas Reunidas ACP & Filhos, Carmo do Rio Claro/MG, Embaixador Leite Integral

"Primeiramente, sou feliz por poder ajudar a alimentar inúmeras pessoas, com um alimento tão nobre, rico e com diversas qualidades. Ser feliz sendo produtor é poder olhar todos os dias meus funcionários, meus amigos e a população em geral, e pensar: “ajudo a contribuir com a economia do Brasil; ajudo meu país com a atividade que mais gera empregos no mundo, ajudo o ser humano, para que possa se alimentar com um alimento rico e saudável, sem gastar muito; ajudo e dou condições de crescimento profissional, financeiro, de sobrevivência a todos os meus funcionários, tenho a certeza de que estou fazendo o melhor para quem posso. Ser produtor de leite me ensinou e ensina coisas que nenhuma faculdade há de ensinar, me ensinou e me ensina todos os dias a aprender a economizar, a saber lidar com pessoas, me ensina um pouco de construção, de biologia, matemática, meteorologia, psicologia, saúde do solo, pragas da lavoura, doença de bovinos, de humanos, me ensina a ter gosto pela leitura, a escrever, a buscar todo dia não ser massacrado pelos que querem me devorar, e principalmente a tentar entender as adversidades desse mundo capitalista em que vivemos...Tenho prazer de hoje ser mais humano, mais amigo, mais calmo, mais pai, mais filho, mais marido, enfim, ser produtor de leite é se preparar e se purificar na terra, onde busco um descanso digno na minha eternidade.”"
REINALDO FIGUEIREDO - Fazenda Figueiredo, Cristalina/GO, Embaixador Leite Integral

"Não é fácil responder “Por que sou feliz produzindo leite?”, em uma única frase, pois a resposta é composta de vários fatores e situações. Mesmo não concordando com a frase “produzir leite é empobrecer alegremente”, pois conheço vários produtores bem sucedidos, é melhor do que “enriquecer tristemente”. Os termos custo de produção, volume de produção, produtividade, eficiência, dentre outros, estão presentes no dia a dia de todas as atividades, não sendo diferente na pecuária de leite, que além dos fatores econômicos, depende dos fatores climáticos. Mas, a nossa, tem uma peculiaridade: a vaca. Na maioria dos rebanhos, ela tem nome, tornando-se um “ente”. Ela é a principal razão das conversas na praça, na fila do banco, na cooperativa, no balcão da casa agropecuária, no whatsapp...
São dois os motivos que me fazem feliz produzindo leite: a atividade nos aproxima, independente da região e do porte. Produtores de 100, 1.000 ou 10.000 litros sempre terão o que conversar e aprender um com o outro, e ver uma bezerra nascer e acompanhar seu desenvolvimento, até se tornar uma produtora de leite."
ANDRÉ RAMALHO - Fazenda São Luiz, Monteirópolis/AL, Embaixador Leite Integral

"Produzir leite é motivador porque, para quem gosta disso, essa atividade é um desafio constante. Essa motivação vem da consciência sempre presente de que podemos ser melhores em diversos itens e índices, quando comparamos o que fazemos com a literatura ou com dados de outras fazendas. Não é atividade para quem gosta de sossego. Nenhum dia é igual ao outro e uma fazenda de leite é movimentada, muitas vezes com mais emoção do que o necessário. Por outro lado, é uma atividade que nos ensina a lidar com a frustração, e isso nos faz muito bem na vida pessoal. Também nos ensina que os resultados são dependentes de rotina e de consistência na execução. Não basta fazer; é preciso fazer de forma firme e consistente, porque é muito fácil desvirtuar as centenas de rotinas que criamos em uma fazenda de leite. Quem produz leite não tem vida fácil. O desafio está presente na produção, nas compras, na venda, nas projeções e programações. Tudo isso 24 horas por dia, 7 dias por semana. Quem gosta de mais tranquilidade precisa ficar na pecuária de corte, onde os planejamentos e decisões são mais fáceis e a fazenda é muito mais sossegada."
ROBERTO JANK JUNIOR - Agrindus, Descalvado/SP, Embaixador Leite Integral

"Achamos nessa profissão um propósito: fazer o bem para nós mesmos e para o outro. A cultura da felicidade faz parte da nossa empresa. Trabalhar de bom humor, fazer amigos no trabalho, sentir que está crescendo, enxergar oportunidades, ter contato com a natureza e, principalmente, buscar incansavelmente um leite de qualidade. Trabalhar com propósito: para que nosso leite promova saúde, crescimento regional e evolução pessoal. Isso nos deixa felizes e orgulhosos."
BARBARA BERNARDES E FERNANDO GAVAIA - Fazenda Casa de Leite, Lagoa da Prata/MG