Taxa de prenhez :: Saiba mais sobre o ajuste técnico no cálculo do universo de matrizes aptas

Com o objetivo de sempre aprimorar os aplicativos do Sistema IDEAGRI, a partir da Versão 318, foram implementadas otimizações no Relatório 'Taxa de prenhez' impactando no cálculo do universo de matrizes aptas. Confira os detalhes das implementações e usufrua dos ajustes no relatório. 


Sobre a taxa de prenhez: 

A taxa de prenhez, um índice de grande relevância na pecuária leiteira, é calculada através de um processo de alto grau de complexidade, sendo influenciada pelas características do sistema de produção.

Importância dos ajustes no cálculo do universo de matrizes aptas: 

A partir de uma evolução natural de conceitos, o relatório passa a atender de forma assertiva às demandas de uma gama mais abrangente de técnicos e propriedades, respeitando as diversas particularidades existentes.


Confira abaixo os ajustes realizados e a correlação com a regra anterior à otimização.

ItemAntes da otimizaçãoApós a otimização
Marcações de Doadora/Receptora/DescarteSão consideradas como Doadora/Receptora/Descarte matrizes que estiverem marcadas como tal no primeiro e no último dia do intervalo de 21 dias, necessariamente.O sistema só considera o primeiro dia do intervalo de 21 dias para as marcações de Doadora/Receptora/Descarte. Ou seja, as marcações realizadas no decorrer do período são desconsideradas, evitando que interfiram negativamente no universo de matrizes aptas.
Inseminações no último dia do PEV (período de espera voluntária)Matrizes vazias são consideradas como aptas somente após cumprirem todos os dias do PEV.Matrizes vazias que sejam inseminadas/cobertas/implantadas no último dia do PEV são consideradas como aptas para o período.
Inseminações no primeiro dia do período de 21 diasMatrizes que possuem diagnóstico reprodutivo positivo não entram no universo de aptas, pois a regra é: matrizes aptas são apenas aquelas vazias acima do PEV e inseminadas/cobertas/implantadas com diagnóstico negativo.Matrizes inseminadas/cobertas/implantadas no primeiro dia do intervalo de 21 dias, que possuem posterior diagnóstico de gestação positivo, entram no universo de matrizes aptas no período que foram inseminadas/cobertas/implantadas.
Matrizes gestantes com posterior perda de prenhezMatrizes que possuem diagnóstico reprodutivo positivo não entram no universo de aptas, pois a regra é: matrizes aptas são apenas aquelas vazias acima do PEV e inseminadas/cobertas/implantadas com diagnóstico negativo.Vacas que estavam gestantes no primeiro dia do intervalo, mas que tiveram perda de gestação (ou aquelas sem reconfirmação de prenhez) após o primeiro dia do período, entram no universo de matrizes aptas.
Abortos sem abertura de lactaçãoVacas que possuem aborto registrado sem abertura de lactação são consideradas aptas somente ao completar todos os dias do PEV.O PEV é desconsiderado para matrizes que abortaram sem abertura de lactação associada. Ou seja, a vaca que aborta e não começa a produzir leite, no dia seguinte ao aborto já é considerada no universo de matrizes aptas, desconsiderando o PEV.

 

Ficou em dúvida sobre as otimizações realizadas? Entre em contato com a nossa equipe para mais esclarecimentos!