Um cenário do mercado de orgânicos no Brasil

A agricultura orgânica é um sistema de gerenciamento total da produção agrícola com vistas a promover e realçar a saúde do meio ambiente, preservar a biodiversidade, os ciclos e as atividades biológicas do solo. Neste artigo técnico, confira como as mudanças no comportamento dos consumidores e as novas exigências do mercado têm impactado o promissor cenário dos orgânicos no país. Conheça também a Campeira, empresa especializada em serviços na área de sustentabilidade para o setor do agronegócio no Brasil, integrante do Grupo Rehagro.

 

 

 

 

O aumento do consumo de produtos orgânicos pode ser identificado como resposta a um anseio social, como decorrência de uma nova postura da sociedade definida pela maior exigência dos próprios consumidores. A opção preferencial por parte do consumidor, pelo produto orgânico de origem assegurada reflete a sua busca por produtos que contenham informações sobre procedência e modo de cultivo, ressaltando além disso sua preocupação com a saúde e bem-estar. A expansão da agricultura orgânica também pode ser atribuída ao desenvolvimento de um mercado mais justo para produtores e consumidores, impactando diretamente na geração de mais empregos.

Vale acrescentar ainda que os benefícios trazidos pelo consumo de produtos orgânicos são significativos, visto a sua produção essencialmente natural. Os produtos orgânicos crescidos em terra mais saudável contêm níveis mais altos de nutrientes, e gosto muito melhor que os produtos convencionais.

Ademais, o produto de origem orgânica fornece ao consumidor informações de garantia de origem e de processos de produção, todos esses assegurados pelos mecanismos de certificação, rastreabilidade, selo de origem, dentre outros.

Também no Brasil tem sido evidenciada uma crescente demanda por produtos orgânicos denotando maior exigência dos consumidores, internos e externos, com a qualidade dos alimentos e com os impactos da agricultura no ambiente, como a segurança no abastecimento de água e manutenção do clima.

O Brasil está afinado com as novas regras comerciais dos maiores mercados mundiais, que permitem ao consumidor a garantia de informações seguras.

Alguns estudos apontam para um futuro promissor dos orgânicos no Brasil, segundo Sylvia Wachsner, coordenadora do Centro de Inteligência em Orgânicos da Sociedade Nacional de Agricultura “O mercado de orgânicos no Brasil não está sendo empurrado por empresas que tentam vender um produto mais saudável, mas pelo consumidor que está mais preocupado com a sua saúde. As empresas tentam correr atrás. A demanda já está estabelecida, só falta uma cadeia produtora mais organizada”. Este fato já tem feito que tenhamos, hoje em dia, produtos orgânicos em praticamente todas as grandes redes de supermercados, além do aumento continuado do número de feiras orgânicas, que já são mais de 600 acontecendo semanalmente em todas as regiões do Brasil. Atualmente, o país está afinado com essas novas regras comerciais dos maiores mercados mundiais, que permitem ao consumidor a garantia de informações seguras, em se tratando de alimentos orgânicos certificados.

Este crescimento traz um desafio ao setor que é de se estruturar, ter produtos em todos os segmentos de alimentos e bebidas, e atender esta demanda, alinhado com o crescimento econômico do setor. Fazer tudo isso, e ao mesmo tempo garantir os mecanismos de controle da qualidade e credibilidade. Hoje, podemos prever que da mesma forma como aconteceu o desenvolvimento do setor nos Estados Unidos e na Europa onde as grandes empresas acabaram se adaptando para ter suas linhas orgânicas de produtos, o mesmo deve ocorrer no Brasil, aponta Ming Liu, coordenador executivo do Projeto Organics Brasil.

O setor de orgânicos no Brasil precisa se preparar para atender à crescente demanda, quais sejam, a estruturação da cadeia produtiva primária, ter empresas de processamento capacitadas, um processo logístico eficiente, processos que garantam a conformidade dos produtos, tudo isso ancorados por modelos de gestão robustos que permitam assim a adequada análise e tomada de decisões em todas as etapas desses empreendimentos, afim de que funcionem na escala dos grandes mercados e que se desenvolva.

Ficou interessado? Quer se preparar para obter os melhores resultados com a agricultura orgânica? Conheça a Campeira, empresa integrante do Grupo Rehagro.

A Campeira é uma empresa de serviços e desenvolvimento de soluções em sustentabilidade para o setor do agronegócio no Brasil. Presente no mercado desde 2008, desenvolve projetos em diversas regiões do país, visando a inovação, a modernização e ao aumento das competitividades dos sistemas produtivos sustentáveis, da agricultura orgânica e da agricultura de baixo carbono. Possui uma equipe multidisciplinar com experiência em diferentes tipos de empreendimentos, viabilizando negócios com maior valor agregado para seus clientes e parceiros.

Serviços:

  • Assessoria Técnica
  • Capacitação e treinamento
  • Desenvolvimento de produtos
  • Diagnóstico de propriedades rurais
  • Gestão Ambiental

Para mais informações, acesse o site da empresa www.campeira.com.br.


Clique para ampliar

Quer saber mais sobre as empresas do Grupo? Acesse os sites: 

Saiba mais... 

 

www.ideagri.com.br

   
Saiba mais... 

 

www.rehagro.com.br

   
Saiba mais... 

 

www.rehagroconsultoria.com.br

   
Saiba mais... 

 

www.3rlab.com.br

   
Saiba mais... 

 

www.campeira.com.br